27 março 2013

Boeuf Bourguignon



Receita recomendada para principiantes!
(bastante detalhada por isso mesmo)

Boeuf Bourguignon é um clássico da cozinha francesa, mas bastante fácil de preparar.
Diria até, que é preciso algum esforço para sair mal. Basta seguir as 'instruções' e não há como falhar!

Esta receita figurou num episódio da série No Reservations, apresentada pelo chefe Anthony Bourdain. A minha versão apenas difere num ingrediente extra.


Ingredientes:

2 kg de carne para cozer cortada em cubos de 3 a 4 cm (é importante que tenha gordura, mas não em demasia, com o mínimo de 'nervo' posssível)
3 dentes de alho (esmagados com a palma da mão)
1 ramo de cheiros (pode ver um exemplo aqui)
4 cebolas grandes, cortadas em rodelas muito finas
250 gr de cogumelos frescos
2 colheres de sopa de farinha
8 cenouras grandes descascadas e cortadas em cubos de 2 a 3 cm
50 ml de azeite
Salsa para guarnecer (eu usei rúcula, não tinha salsa ... mas ficou bem)
Sal e pimenta q.b.
1 garrafa de vinho tinto *

* Tradicionalmente seria feito com vinho da região francesa de Borgonha, mas nem nós estamos em França, nem temos cá falta de bom vinho para esta receita. Pessoalmente uso um bom vinho do Alentejo, que sendo bom para beber, terá ainda um melhor destino neste prato.

Preparação:

Verta o azeite para uma assadeira metálica de fundo grosso, e leve ao lume até aquecer bem. Normalmente a assadeira ocupa 2 discos do fogão.
Tempere a carne com sal e pimenta e selando aos poucos de cada vez, para não diminuir a temperatura do azeite. No fim escorra o excesso de gordura e reserve a carne.
De seguida adicione a cebola, baixe o lume para médio e aloure as cebolas por 10 a 15 minutos, não deixar queimar.
Polvilhe a farinha e continue a cozinhe por mais 5 minutos, mexendo bem.
Agora generosamente adicione o vinho até um terço da capacidade da assadeira.
Aproveitar para raspar bem o fundo da assadeira (todos os bocadinhos que aderiram ao fundo vão engrossar o molho) enquanto o vinho levanta fervura. Deixe reduzir por cerca de 20 minutos.

Transfira tudo com cuidado para um tacho grande e adicione a carne, acrescente o alho e o ramo de cheiros. Acrescente vinho suficiente para quase cobrir a carne, se uma garrafa não chegar, abra outra e beba o resto!
Não esquecer que isto é um estufado, pelo que precisa de bastante líquido.
Deixe levantar fervura novamente e depois reduza o lume para manter uma fervura muito ligeira.
A cada 15 a 20 minutos mexa bem a carne para evitar que queime ou cole ao fundo, aproveite para retirar a espuma e gordura que se acumule na superfície.
Cerca de 30 min antes de terminar (quando a carne estiver praticamente a desfazer-se) acrescente os cogumelos frescos cortados ao meio.
A carne deve cozinhar um mínimo de 2 a 3 horas, e até se desfazer facilmente com um garfo.
Sirva guarnecido com salsa picada e acompanhado de arroz branco ou batata frita às rodelas.

Bom apetite!


Obs: Apesar de à primeira vista parecer muito complicada, de facto não é. Basta garantir que ninguém mexe em nada e  ir passando pela cozinha de vez em quando a mexer o tacho.